sábado, 16 de junho de 2012


com calos nos pés
inchou, inchou, inchou...

condensou na janela do avião,
crescente lá fora o sorriso brilhante de adeus.

ser tão, cala e sente.
inchou, inchou, inchou...
só as nuvens puderam saber.
na pela tanta secura,
na alma tantas alturas.