quinta-feira, 24 de março de 2011

marchinha



Se um dia eu disser que já fui
e ainda não voltei fui buscar uma coisa
perdida por outra coisa, coisa com coisa
pode perder o rabo pra lá ou dar sentimento de brinquedo
sem vírgula perdido por aí no achado vão...

olhei pra você no pensamento e te vi exato,
extrato, passo largo, cada parte. não me lembro
do todo e bem do pouco que ficou. só sei que
ainda te vejo sem buscar. e tem credo na menção.
eu sei que você cabe assim no meu frasear enquanto pontuar.

na pele tanta secura. e continuo longe.
pouso forçado em algum lugar.
têm rachaduras no ar.
fiz um parênteses
a lua cresceu pra dentro de mim.