terça-feira, 10 de junho de 2008

um manto oceânico me cobre:
ondas de cobre,
com essa densitude
me larvam:
ondas vulcânicas
peso-pesado
de aura amarela e prata.
pra onde vai o enredo de tanto sentimento?